Ciclo de Pesquisas | Sergio Pinzón + Barbara Mastrobuono

Atención, atención!

Nesta quinta-feira, a Casa Tomada recebe os artistas Sergio Pinzón e Bárbara Mastrobuono para falas sobre suas pesquisas.

Como desdobramento da pesquisa desenvolvida em seu mestrado em Teoria Literária, Barbara Mastrobuono irá basear sua fala em um exercício que explora o uso de diálogos e da leitura na construção de narrativas visuais.

Sergio Pinzón apresentará a série de vídeos Sem Título (2015), obra em andamento que explora a insuficiência da palavra na descrição de lugares e estados subjetivos para refletir sobre nossa relação com as “belas paisagens” e os marcos urbanos de grandes cidades mundiais.

Vengan!

Ciclo de Pesquisas

Ciclo de Pesquisas é uma plataforma de circulação na qual artistas, curadores, críticos, antropólogos, arquitetos e outros pesquisadores podem compartilhar suas trajetórias e pesquisas em andamento em uma apresentação pública e informal. O objetivo é criar diálogos entre os participantes e o público, além de estimular cruzamentos entre as artes visuais e outras áreas do conhecimento.
Os participantes, selecionados através de convocatória pública, farão uma fala aberta sobre suas trajetórias e pesquisas atuais, promovendo um debate e troca direta entre o público presente na ocasião.

22 de setembro | quinta-feira | 19:30
Sérgio Pinzon + Bárbara Mastrobuono

29 de setembro | quinta-feira | 19:30
Flora Rebollo + Janaína Miranda

SERVIÇO | CASA TOMADA

Horário de funcionamento:
 Aberto em dias de eventos das 14h às 20h
Nos outros dias é preciso agendar horário através do e-mail: info@casatomada.com.br

Endereço: 
Rua Brás Cubas, 335 – Aclimação – São Paulo – SP – Brasil
+ 55 11 2532-7455
+ info@casatomada.com.br
https://www.facebook.com/casatomadasp/



Estudos Sobre o Mercadismo

CONVERSA Nº 2 | 17 de setembro | Sábado | 17h

->  Redes, invisibilidade e capital financeiro – com Raphael Escobar [artista, Brasil], Ladislau Dowbor [economista e docente, Brasil], Daniel Cruz [artista e pesquisador, Chile]

A exposição Estudos sobre o Mercadismo propõe uma reflexão sobre como indivíduos e coletividades – entre elas, o universo da arte – se relacionam com a economia e o capital financeiro. O mercadismo – termo que define com ironia o nosso tempo – é o estado de religião, portador de verdades transcendentes, que o capitalismo assumiu.
Ao pensar os padrões que definem a economia atual, enfocando aspectos da economia de serviços, do capitalismo cognitivo e da relação arte-trabalho, a exposição convida artistas, economistas e teóricos para pensar, em duas tardes de debates, configurações econômicas que tensionem o capitalismo atual.

para saber mais sobre o programa: http://mercadismo.tumblr.com

 

Exposição – Lorival Cuquinha | Maíra das Neves e Pedro Victor Brandão | Raphael Escobar | Coletivo Filé de Peixe
Entrevistas – Marta Ramos-Yzquierdo | Fabiana de Moraes | Enric Duran Giralt
Curadoria – Gabriel Bogossian e Juliana Gontijo
De 09.09 a 09.10

Ciclo de Pesquisas | Aline Motta + Fabíola Tasca

Atención, atención!

Nesta quinta-feira, dia 15 de setembro, o Ciclo de Pesquisas irá contar com a participação das artistas Aline Motta e Fabíola Tasca.

Motta baseará sua fala em “Escravos de Jó”, que investiga a conhecida brincadeira infantil a partir do ocultamento de significados como estratégia de resistência, e na pesquisa premiada no Rumos 2016 “Pontes sobre Abismos”, que procura ressignificar memórias familiares através de fotografias vernaculares, documentos e recortes de jornais.

Tasca apresentará o projeto em obra (em obra project, 2012/2016), cuja 6ª edição será realizada no contexto de sua apresentação. Consistindo em uma articulação entre os termos “arte” e “trabalho”, ela visita, em seu desenrolar, outros trabalhos-procedimento que a artista desenvolve desde 2001.

Venham todxs!

Ciclo de Pesquisas | Bruno Moreschi + Thais Graciotti

Hola a todxs!

Iniciamos nova edição do Ciclo de Pesquisas de 2016 com apresentações de Thais Graciotti e Bruno Moreschi, artistas que desenvolvem sua produção em paralelo à investigação acadêmica.

Tomando como ponto de partida as ideias de viagem e de travessia, Thais Graciotti irá explorar a navegação como elemento conformador de uma experiência, uma perspectiva e uma identidade. Bruno Moreschi partirá de sua pesquisa sobre o museu como forma narrativa para desenvolver uma reflexão que relaciona a construção de ícones nacionais às tipologias museológicas.

Venham!

FAÇO NUDES – A representação humana no desenho

A Casa Tomada recebe a partir do dia 24 de agosto o curso de desenho de observação FAÇO NUDES, ministrado por Thany Sanches.

Voltado para interessados em desenho da figura humana, o curso traz o desenho de observação como eixo condutor para se entender o corpo, em aulas teóricas e práticas com modelo-vivo.

Serão 12 aulas em que o desenho pontua um espaço de experimentação, uma espécie de sistema aberto que pauta a observação da figura humana, colocada durante as aulas em confronto com uma representação automatizada.

_FAÇO NUDES_

inscrições até 20 de agosto pelo email:
info@casatomada.com.br
o pagamento poderá ser feito no primeiro encontro em dinheiro, cheque ou cartão.

quartas-feiras
19hrs >>>22hrs
início: 24 de agosto
380 reais por pessoa

Casa Tomada
rua brás cubas, 335 – aclimação

Programa do curso:

1_ A nudez e o corpo na História
2_A nudez e o corpo na História
3_O corpo por dentro
4_O corpo que mexe
5_ Rosticidade
6_Selfie
7_Gigantes, miniaturas: desenhar o que vejo
8_O corpo do homem
9_O corpo da mulher
10_O corpo trans
11_O corpo em outros lugares
12_Multidão

Ciclo de Pesquisas | Ícaro Lira + Luisa Puterman

Compañeros, compañeras!

A Casa Tomada encerra o primeiro Ciclo de Pesquisas de 2016 com falas dos artistas Ícaro Lira e Luisa Puterman sobre suas respectivas pesquisas em andamento.

Tomando como ponto de partida um trabalho documental, arqueológico e de ficção, Ícaro Lira apresenta suas publicações “Desterro, Expedição Etnográfica de Ficção”, produzida durante a 3ª Bienal da Bahia, e “Museu do Estrangeiro”, sobre processos de migração e embranquecimento no Brasil. Ícaro irá apresentar também o projeto desenvolvido atualmente na Residência Artística Cambridge, em São Paulo, em torno da presença imigrante na cidade.

Luisa Puterman, através de um olhar informal sobre seus projetos passados e futuros, abordará a manipulação de sons e seus usos possíveis. Em sua fala, a artista irá compartilhar e discutir questões suscitadas por uma produção que transita entre o mundo da música e o das artes visuais.

Venham!

Ciclo de Pesquisas | Denise Agassi + Thiago Hersan

Atención, atención!

Nesta quinta-feira a Casa Tomada recebe os artistas Denise Agassi e Thiago Hersan para mais um encontro do Ciclo de Pesquisas.

Com uma investigação que toca a produção e a distribuição da imagem contemporânea através da exploração de formas de representação coletiva, arquivos e memórias, Denise Agassi irá apresentar seu projeto Agência Viagem-arquivo, que oferece informações sobre destinos terrestres, intraterrestres e extraterrestres.

Thiago Hersan apresentará alguns de seus projetos sobre processos de criação de – e em – redes. Influenciados pelas tecnologias e teorias por trás de sistemas de comunicação, organização e troca (social, digital, analógica, afetiva), esses projetos abordam questões sobre agenciamento e mediação nas relações entre cultura/tecnologia/natureza.

Dia 14 de julho, às 20hrs, na Casa Tomada!

Vengan todxs!

Ciclo de Pesquisas | Glayson Arcanjo + Rubiane Maia

Atención!

Na próxima edição do Ciclo de Pesquisas, a Casa Tomada recebe os artistas Glayson Arcanjo e Rubiane Maia para falas sobre suas pesquisas em andamento.

Glayson Arcanjo irá apresentar sua investigação em torno das aproximações entre performance, vídeo e desenho a partir da ocupação de galerias e museus, mas também de imóveis em processo de demolição, ruas e praças. Utilizando-se dessas diferentes linguagens, o artista busca ligações entre os atos de construir e destruir para abordar conceitos como transitoriedade, apagamento e ruína.

Rubiane Maia apresentará o projeto Preparação para exercício aéreo, no qual a artista busca investigar, através da performance e do vídeo, as relações entre o corpo, a mobilidade e a leveza. Trata-se de uma pesquisa fortemente inspirada pelo desejo humano de voar, seja ele real ou metafórico, que contou com três viagens-imersões planejadas para lugares de altitude: o Deserto (Salar de Uyuni) e a Montanha (Pico da Bandeira, ES/MG e Monte Roraima, RO).

Dia 07 de julho, às 20h!

Vengan!

Encontros Sobre Pier Paolo Pasolini

8 ENCONTROS SOBRE PIER PAOLO PASOLINI

A série de encontros irá abordar aspectos do desenvolvimento da obra cinematográfica, ensaística e literária do italiano Pier Paolo Pasolini no contexto das transformações vividas pela sociedade italiana entre os anos 1950 e 1970.
Pasolini surge como analista cultural capaz de articular, em seus filmes e textos, uma crítica abrangente ao processo definido por ele como “mutação antropológica”, produzida pelo desenvolvimento do capitalismo na Itália. Os encontros serão baseados na análise de parte de sua produção cinematográfica e textual e da relação dessa produção com o cenário italiano da época.

4 de julho
introduções: história do personagem e história da língua italiana
Apresentação dos encontros; apresentação do personagem; história da língua italiana; transformações na península e a unificação; fascismo e 2ª guerra; Pasolini herdeiro das promessas da guerra; liberdade e hegemonia cultural (os dialetos); o tema das duas perguntas.

6 de julho
primeiros anos
Poesie a Casarsa; Ragazzi di Vita; Una Vita Violenta; a migração da língua e a crise dos escritores; breve panorama do cinema italiano; primeiros trabalhos no cinema; Accattone.

11 de julho
cinema de poesia e a linguagem do real
Mamma Roma; A Ricota; cinema de poesia; cinema, a linguagem do Real; Gaviões e Passarinhos; Pasolini e os comunistas italianos; Fiori di Carta.

13 de julho
a permanência do arcaico
O Evangelho segundo S. Mateus; Notas para uma Orestia africana; Medeia e Édipo; o arcaico como potência política.

18 de julho
o corpo (o sexo)
Comizi d’amore; uma ideia da juventude; A Trilogia da Vida: Decameron, Os Contos de Canterbury, As mil e uma noites; o corpo, o sexo; abjuração da Trilogia da Vida [texto]; Gennariello [texto]; O PCI aos jovens.

20 de julho
teorema, pocilga, salò
Trilogia involuntária: a formação da subjetividade burguesa; fascismo e neocapitalismo; a mutação antropológica da Itália [texto: Panella e a dissidência]; o artigo dos pirilampos [texto]

25 de julho
petrolio
A grande obra: Petrolio, o romance de formação da burguesia italiana.

27 de julho
por uma esquerda sem futuro
Por uma esquerda sem futuro; sobrevivem os vaga-lumes?

_________________________________________________

INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 01 DE JULHO pelo email:
info@casatomada.com.br
O pagamento poderá ser feito no primeiro encontro em dinheiro ou cheque.
Serviço:
8 encontros sobre pier paolo pasolini
de 4 a 27 de julho, às 20h
R$ 180,00 por pessoa
Casa Tomada
Rua Brás Cubas, 335, Aclimação

Gabriel Bogossian (Rio de Janeiro, 1983) | É editor, pesquisador e curador baseado em São Paulo, Brasil. É curador assistente do Galpão Videobrasil e co-diretor da Casa Tomada, espaço independente dedicado à investigação em arte em São Paulo. Foi curador de Cruzeiro do Sul (Paço das Artes, São Paulo, 2015), Transperformance 3 – Corpo Estranho (Oi Futuro Flamengo, Rio de Janeiro, 2014), ramal_mixtape (Galeria Baró, São Paulo, 2013) e Ensaio para a Loucura (MuBE, São Paulo, 2011). Como editor e tradutor, foi responsável por publicações junto às editoras Hedra, Rocco e ao Festival Videobrasil, entre outras.

Espaço independente reservado para práticas, investigações e reflexões de caráter artístico, baseado na cidade de São Paulo.