Parceiros

SESC | Videobrasil

Teto Projects

Fresh Milk Barbados

Arte Institute

Delfina Foundation

Agora Collective

Prólogo Selo Editorial

Apoio

Electrica

Moleco

Papelaria Universitária

Última semana da exposição RONDA – Parte 1

Esta é a última semana para conferir a exposição RONDA – Parte 1 de Flora Leite e Maura Grimaldi na Casa Tomada!

unnamed

No próximo sábado, dia 22 de agosto, para o encerramento da mostra as artistas farão uma conversa com o público às 16h e na mesma ocasião será lançada uma publicação que contempla diversos trabalhos desenvolvidos ao longo do projeto, além de textos de Carlos Eduardo Riccioppo, que assina o acompanhamento crítico de RONDA – Parte 1 e de Tainá Azeredo, diretora da Casa Tomada.

Lançamento de publicação e conversa com artistas: 22 de agosto às 16h
Visitação: de 22 de julho à 22 de agosto de 2015
Horários: de quarta à sábado das 15h às 20h
Entrada gratuita / Livre

Estreia dia 1º de agosto: “Fly Me” e “Trabalho de Ronda”

No próximo sábado, dia 1º de agosto, como parte da exposição RONDA – Parte 1, e dentro do programa PROJEÇÃO na SALA, teremos a exibição dos filmes Fly Me e Trabalho de Ronda.
Fly Me, é um curta-metragem dirigido por Flora Leite que foi gravado durante as expedições do projeto RONDA – Parte 1 da artista em parceria com Maura Grimaldi, já Trabalho de Ronda dirigido por Alexandre Wahrhaftig trata de apresentar o making of desse processo de trabalho que se deu entre janeiro e julho de 2015.

As sessões serão sábado 1º de agosto às 17.30h e às 19.30h na Casa Tomada.

Para saber mais sobre os filmes:

Matheus Leston | concepção de som | RONDA Parte 1

Veja aqui a entrevista com Matheus Leston, responsável pela concepção de som dos videos apresentados na exposição RONDA Parte 1, de Flora Leite e Maura Grimaldi, que fica em cartaz até o dia 22 de agosto aqui na Casa Tomada.

RONDA – Parte 1 | Abertura dia 18.07

flyer_ronda_01_OK_net

No dia 18 de julho, a Casa Tomada abre a exposição RONDA – Parte 1, de Flora Leite e Maura Grimaldi. Nesse trabalho, as artistas criaram uma estrutura tridimensional, portátil e possível de ser controlada remotamente, que remete à estrutura de um farol, usado para fins náuticos. A peça é deslocada para as montanhas do sul de Minas Gerais e, em expedições ao Pico do Selado no município de Monte Verde, as artistas sobem com a estrutura e passam a noite operando o farol que depois é transportado novamente na descida da montanha.

“Uma subida à lua para fincar bandeira, uma subida à montanha para fincar a lua

Não se sabe por que se usa o engenho; pensa-se que o engenho responda a uma necessidade, mas o engenho responde a ele mesmo. Essa faculdade transcorre sem atrito do mais místico ao mais lógico, governada pela imaginação, ciência que se sabe fictícia, projeção daquilo que não é, de fato, mas que reivindica ser, porque existe enquanto se prova possível. Daí o porquê de o engenho ser insuportavelmente impertinente: só se descreve pela narrativa de como ele surge, e ele surge quantas vezes precisar ser explicado, inventando-se a cada vez pela suposição de um uso, depois de outro uso, e ainda de mais outro uso; opera somente em seu rebatimento a coisas que já operam, mas prometendo sempre uma outra coisa, ainda indisponível – lanterna de popa, farol, cabeça na lua.” Carlos Eduardo Riccioppo

Na exposição RONDA – Parte 1, produzida em parceria com a produtora Cinema Zungu, e que ficará em cartaz de 18 de julho à 22 de agosto de 2015, serão exibidos vídeos, desenhos, textos e fotografias. Ao longo dessas cinco semanas as artistas estarão trabalhando no espaço expositivo para a conclusão de uma publicação que será lançada no dia do encerramento. Além da mostra em cartaz e do lançamento da publicação, acontecerá uma sessão especial, aberta ao público, com a projeção de dois filmes relacionados ao projeto “Fly me” e “Ronda – Making Of”.

Abertura: 18 de julho de 2015 das 15h às 21h
Visitação: de 22 de julho à 22 de agosto de 2015
Horários: de quarta à sábado das 15h às 20h
Exibição dos filmes “Fly me” e “Ronda – Making Of”: 1º de agosto – às 17.30h e às 19.30h
Lançamento de publicação e conversa com artistas: 22 de agosto às 16h
Entrada gratuita / Livre

(Este projeto foi contemplado pelo Ministério da Cultura e pela Fundação Nacional de Artes – FUNARTE no Edital Bolsa Funarte de Estímulo à produção em Artes Visuais)

PROJEÇÃO na SALA

Na próxima quinta feira a Casa Tomada da início ao programa PROJEÇÃO na SALA

projecao na sala flyer

PROJEÇÃO na SALA convida todo mês um artista ou pesquisador para apresentar uma sessão de projeções que sejam referências ou parte de suas pesquisas. Com um formato livre, a sala da Casa Tomada se torna um ponto de encontro para o compartilhamento desse material e um espaço de discussão sobre os trabalhos em desenvolvimento.

Para dar início ao programa, as artistas em residência do Casa Tomada + Fresh Milk, Janaína Wagner (São Paulo) e Versia Harris (Barbados), apresentam nos dias 25 de junho e 1º de julho a programação criada em função de suas pesquisas durante a residência. Além das projeções as artistas também apresentam parte de seus trabalhos.

Na quinta feira, 25 de junho Janaína Wagner projeta Satantango (Sátántangó), um drama apocalíptico dirigido pelo diretor húngaro Béla Tarr. Com duração de aproximadamente 7 horas, a projeção terá início às 18h e seguirá durante toda a noite. Como se trata de um filme construído sem ordem cronológica e dividido em 12 partes, o público poderá entrar a sair da Casa Tomada a qualquer momento dentro do horário da projeção.

E na quarta feira, 1º de julho, Versia Harris, artista caribenha projeta o filme dinamarquês O Guerreiro Silencioso (Valhalla Rising), de 2009, dirigido por Nicolas Winding Refn. Com imagens que remetem à paisagens entre o real e a fantasia, o filme é uma referência visual para a pesquisa atual da artista.

PROJEÇÃO na SALA

25.06 (quinta feira) a partir das 18h
Janaína Wagner projeta Satantango, um filme de Béla Tarr
+ pesquisa em andamento

01.07 (quarta feira) a partir das 19h
Versia Harris projeta O Guerreiro Silencioso, um filme de Nicolas Winding Refn
+ pesquisa em andamento